_________________________________________________________________________________________________


segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Autoencontro


Oi queridos!

Há um tempinho queria voltar a fazer umas pinturas em papel que fazia há anos atrás, em cartões e envelopes. Mas nunca sobra tempo, saúde, ou então acabo fazendo outras coisas e esqueço mesmo! rs

Sempre escrevi muitas cartas; escrever é muito bom! Acho que já perceberam que gosto, né?! Quando adolescente trocava correspondências com pessoas do país todo! Era bom demais! Usava caixa postal, não ficava um dia sem ir aos Correios... rsrs Sempre que lembro sinto por não ter mantido contato depois de adulta...

E mandava essas deliciosas cartas, cheias de pedaços de mim, em envelopes bonitos e exclusivos! Pintava a folha A4 e com um molde feito com Raio X velho (lavado com água sanitária para ficar azul transparente) riscava o envelope, cortava, dobrava e colava. Eles tinham charme: a tampinha era de lado, não no meio ou reta como o habitual! ;) 

Mesmo depois de perder contato com esses correspondentes continuei mandando cartas e cartões para amigos que moravam em outras cidades; pra Minhosa quando mudei daqui para estudar; e para o Jacques, meu primeiro amor que morava em outra cidade. Foram anos de cartas, muitas cartas... Nunca moramos perto, e a menor distância que estivemos foi 198Km! Numa época em que não ficávamos 24h por dia conectados - quando começamos namorar nem celular havia - o jeito era matar a saudade pelas tradicionais cartas de papel! Ah, eu lia, relia, lia de novo... Anos depois lia novamente!...

Sinto por essa geração digital não conhecer a mágica de receber palavras escritas a mão, impregnadas de vibrações de amor e carinho. Aquele papel esteve onde mais queríamos estar: ao lado da pessoa que sem dúvida é a mais importante do mundo quando estamos apaixonados! Isso é muito, mas muito mais fabuloso que um e-mail... Ai, gente... quem tiver um amor longe aí, pega logo um papel e uma caneta e escreva uma carta!!!

Essas memórias vieram à tona porque hoje, em meio a arrumação de um armário (meu mesmo rs) Minhosa encontrou alguns desses envelopes, pintados quando fazia faculdade em Juiz de Fora! Ah, tem é tempo... só de profissão tenho 8 anos! rs E eles estão inteirinhos, prontos para serem usados! hehe

Em alguns, como podem ver na foto, tem até brilho! Nem gosto... rs





Como foi gostoso tocar em algo que tanto prazer me trazia... Não são só envelopes, são lembranças de momentos muito especiais da minha vida! Acho que cada um de vocês percebeu minha emoção ao contar esse pedacinho da minha história! Qualquer dia desses uso-os para mandar cartas aos que hoje fazem parte fundamental da minha vida: meus amigos de origami!! Passado e presente unidos pelo carinho e pela arte! ;)

Que essa semana cada um de vocês possa se reencontrar e reencontrar momentos especialmente importantes de suas vidas!! E que sintam-se felizes com isso!! É, porque se forem lembranças ruins, estou agradecendo! Próxima por favor!! ;)

E voltando ao início do post, acho que vou gostar de fazer um kusudama com esse padrão! Bem, isso só depois que me recuperar...

Beijos com muito, mas muito carinho, como o que enviava naqueles envelopes...
Isa, sentimental!
©

17 comentários:

J.Zimmer disse...

legal!
muito lindos hehe
totalmente personalizados xD

beijos **

Paper Doll (Lee) disse...

Isa querida! Que lindos os envelopes! Eu amei! *-* Quando feitos assim, a gente sente o carinho que a pessoa passou para o papel enquanto pensava na gente. Eu também fui do tempo das cartas! (Risos!) Ficava parecendo uma estante de partitura ao lado da caixinha de correio! O mesmo carinho que tinha em receber as cartas, tinha em escreve-las. Conheci tantos amigos queridos! Lamento até hoje por também não ter conseguido manter contato com todos, mas alguns, ainda tenho comigo, e carrego todos em pensamento!

Você compartilhou muito mais do que belas palavras, lindíssimas pinturas e envelopes... Você trouxe uma lembrança muito preciosa para muitas pessoas!

Beijinho! E uma semana com muita Luz e motivos para te fazer sorrir! *.~

Anônimo disse...

OLÁ ISA!!
Nossa como a gente gosta das mesmas coisas,tb cansei de enfeitar envelopes e cartinhas quando minha irmã estava fora do país amava fazer isso era como se eu estivesse indo junto com a carta hihihi,boas lembranças................bjooooooo querida ,torcendo e orando por sua recuperação!!!

Neusicleia disse...

Oi,de novo teclei no lugar anonimno mas fui eu!!

Déli disse...

Também adoro essa coisa de carta, acho o correio tão mágico! rs...
Exceto quando detona algo delicado que mandamos, aff... -.-

Já mandei muitas cartas também, presentes, doces...rs...
Acho muito divertido, foi bom ter visto esse post, também me trouxe boas lembranças...

Beijos!! :]

Origamiyu disse...

Oi Isa,
Como o correio eletrônico mudou nossos hábitos né ?
Sempre adorei escrever cartas, mesmo que não fossem em envelopes tão lindos quantos os seus. Meu primeiro namorado (há quase 30 anos atrás) morava em Minas e as cartas eram muito frequentes. Depois que fui morar no Rio ainda escrevia bastante, mas com o tempo só escrevo cartões postais quando viajo.
Ainda bem que temos a possibilidades de saber dos amigos pela net né? Mas se quizer escrever e receber cartinhas, conte comigo! Vou te passar meu endereço por e-mail ok ?
Um beijo carinhoso
Gisa

Marcella Bri disse...

Oi Isa Sentimental ( adorei! rs )

Vim aqui primeiro para agradecer por um post antigo seu...
estava procurando algo sobre a variação da kusudama infinity e a achei seu video. quase choro! rsrs

E os papeis ficaram lindos...
Coisas personalizadas dão a idéia de que agente procurou por algo especial,não chegou na primeira loja pegou a primeira coisa...
Beijo grande.

Yara disse...

Eu também adorava me corresponder! E quantos papéis de carta eu comprava! Ai, que saudades!!

E como é gostoso fazer arte! Lindos envelopes!!

Boa semana, Isa!!

beijos.

Aninhahh.' disse...

Isa...OI, é, como você disse me lembrei sim de coisas que me davam prazer a um tempo atrás...Eu tbm adoroh muito escrever, e esse hábito foi se perdendo com o tempo, e agora venho tentando recuperar aos poucos,mas tah bem devagar...Por isso que eu fiz o blog pra que eu pudesse voltar a fazer o que eu tanto gostoh..

Ah ! Sobre os envelopes...Estão muito lindos...

Beijo !

Life's Dog disse...

Isa,


Eu também fui dessa epoca de amizade por correspondencia, era tão legal ficar envolvido com os papeis e todos os dias cartinhas chegando...epoca boa!!!
Lindos envelopes!!!!

Bjs

Luis Alberto disse...

Oi Isa, tudo bem contigo ?
Muito legal esse post...
Eu também me comunicava com amigos por carta...
Gostei muito do seu envelope....
Se puder/quiser, da uma ajudinha em como fazer esses envelopes...

Grande abraço
fique com Deus
Até mais !!!!

Cristiane Oliveira disse...

Adorei compartilhar da sua lembrança. É muito gostoso mesmo encontrar o passado guardadinho em um cantinho, e ver como foi bom.

E que padronagem heim? Quero aprender. Rs.

Bjs.

Danikinha disse...

Isa linda!,

Você não acredita,mas eu também tinha vários amigos por correspondência.Infeslimente também não possuo contato com eles.Era muito divertido receber e mandar as cartinhas.Ficava ansiosa com a espera do carteiro.Era muito emocionante.
Hum achei lindos os envelopes!Maravilhosos!
Muito bom recordar desses momentos preciosos na vida da gente!Af!saudades!
bjus,
Danikinha.

Isa Klein disse...

Queridos!!!

Estou muito feliz com os relatos de vocês!

De fato cada dia escrever cartas está mais distante do nosso cotidiano... E como é bom o ritual de escrever, enfeitar as folhas e envelopes (para quem é de enfeites!), postar a correspondência, esperar uma resposta...

Ouvir o carteiro chamando é fantástico! "Correios!" é um dos sons mais doces que se pode ouvir quando estamos a espera de carinho em forma de papel e tinta...

Ai, ai... tudo de bom!

Obrigada por dividirem comigo esse prazer!!!

Beijos no ♥

Isabella Kida disse...

Cartas .... uma nostalgia boa não? Eu as adoro também! tenho várias guardadas! bjs

Clara Angélica disse...

Uma delícia ler seu texto. Quando estava na faculdade eu e uma amiga escrevíamos longas cartas.Eu morando em Maceió e ela em Salvador, liámos os mesmos livros, assistíamos os mesmos filmes e escrevíamos longos comentários, verdadeiros tratados sobre eles. Era muito engraçado, porque colocavámos como remetente o personagem com o qual tínhamos nos identificado. Era muito legal, minha mãe pirava.
Obrigada querida pelas doces lembranças e um beijo grande <3

Clara Angélica disse...

Uma delícia ler seu texto. Quando estava na faculdade eu e uma amiga escrevíamos longas cartas.Eu morando em Maceió e ela em Salvador, liámos os mesmos livros, assistíamos os mesmos filmes e escrevíamos longos comentários, verdadeiros tratados sobre eles. Era muito engraçado, porque colocavámos como remetente o personagem com o qual tínhamos nos identificado. Era muito legal, minha mãe pirava.
Obrigada querida pelas doces lembranças e um beijo grande <3

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin